Blog

Imposto de Renda

Receita Federal começa a receber declaração do imposto de renda 2018

Começa nesta quinta-feira (1º) o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2018, tendo como base os ganhos do ano de 2017. A Receita Federal receberá a prestação de contas até o dia 30 de abril. Este ano a obrigatoriedade de declaração é para quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em 2017. A expectativa é que mais de 28,8 milhões de brasileiros façam a declaração este ano, 340 mil pessoas a mais que o registro no ano passado.

Quem é obrigado a declarar Imposto de Renda em 2018

Antes de enviar a declaração é preciso saber se você faz parte do grupo que deve declarar o Imposto de Renda 2018. Para este ano a prestação de contas é obrigatória para os contribuintes que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017. Quem teve rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil também deve declarar. Se você teve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas também deve fazer a prestação de contas. Para a atividade rural, o valor de 2017 acima de R$ 142.798,50 deve ser declarado à Receita, assim como quem tem posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

Como fazer a declaração

A declaração é feita através do programa gerador que deve ser baixado no site da Receita. O Programa Gerador da Declaração (PGD) IRPF2018 deve ser preenchido corretamente com as informações sobre os seus ganhos, deduções como pagamento de escolas e planos de saúde, gastos com dependentes, entre outras informações que podem aumentar as chances de restituição. Se o contribuinte preferir, ele pode utilizar o aplicativo “Meu Imposto de Renda” em tablets e smartphones para enviar a prestação de contas. Este aplicativo está disponível no Google play, para o sistema operacional Android, ou na App Store, para o sistema operacional iOS.

Antes de começar a declaração, é importante juntar os documentos necessários como o informe de rendimentos entregue pelos bancos e instituições financeiras. Também é preciso ter os documentos de gastos anuais entregues por instituições como convênios médicos e outros que serão os valores deduzidos. Quanto antes você enviar a declaração, mais cedo receberá a restituição do Imposto de Renda, caso tenha direito a ela. Lembrando que idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade no recebimento desses valores.

Caso haja uma dúvida, entre em contato conosco: (11) 2369-1125 / 2371-3610